Todo motorista deve cuidar bem do seu carro. Isso, além de ser exigido pelas leis de regulamentação do trânsito, também contribui para a conservação do veículo. E quando falamos neste assunto, uma dúvida principal aparece na cabeça dos motoristas: quanto tempo dura um pneu?

Os pneus convencionais duram em média 50 ou 60 mil quilômetros. Por isso, o tempo de duração dos pneus vai depender muito dos hábitos do motorista, como a quantidade de quilômetros rodados por dia. Fatores como as condições das vias e o clima também podem ter influência na durabilidade dos pneus.

Para te ajudar a entender melhor quanto tempo dura um pneu, como descobrir sua “data de validade”, quando trocá-lo e o que fazer para aumentar sua vida útil, a Hipervarejo criou este post que reúne todas essas informações. Continue a leitura e aprenda:

Quando trocar os pneus?

Não espere os pneus ficarem carecas para fazer a troca, viu? Além de ser extremamente perigoso, você pode levar multas ou até mesmo ter o veículo apreendido por isso!

Na verdade, o próprio pneu demonstra quando o momento de trocá-lo chegou por meio do índice TWI, que indica ao motorista que o pneu chegou ao fim de sua vida útil. TWI é a sigla para Tread Wear Indicator, nome dado ao nível mínimo que os sulcos do pneu podem atingir para continuar operando com aderência e segurança que sua direção precisa.

O TWI são marcas que ficam nos sulcos de pneus, em sua parte interior. Quando o pneu se desgasta até chegar no mesmo nível dessa marcação, significa que chegou a hora de trocá-lo.

A espessura mínima dos sulcos do pneu, indicada pelo TWI, é de 1,6 milímetros – a mesma espessura que a cabeça de um palito de fósforo. Por conta disso, uma boa maneira de conferir se os pneus já chegaram no limite é colocando um palito de fósforo entre os sulcos: se eles não “cobrirem” toda a pontinha pintada do palito, já passou da hora de trocar!

Outro macete é utilizar moedas de 1 real na medição. Aquele anel dourado que circula as moedas também tem a medida exata para tirar a prova real. Coloque a moeda entre os sulcos do pneu e observe se eles estão menores que esse anel dourado. Se sim, fique atento.

moeda de um real para medir pneu

Os pneus têm data de validade?

Sim! E essa data é indicada pelos números marcados ao lado do pneu.

Para descobrir a data de validade de seus pneus, observe o código DOT (Department of Transportation): são 4 números gravados no pneu que apontam com exatidão a semana e o ano de sua fabricação. Por exemplo, o pneu de DOT 1318 foi fabricado na 13ª semana do ano de 2018, enquanto o DOT 0515 indica a fabricação na 5ª semana de 2015.

Sabendo disso, é preciso ter em mente que depois de 5 ou 6 anos de fabricação, sua borracha começa a se deteriorar e é aí que sua expiração chega.

Nos primeiros 5 ou 6 anos do pneu, ele se mantém estável e em perfeitas condições. A partir dessa data, o motorista precisa estar atento e observar se ele está perdendo suas características, como a aderência ao asfalto e sua estabilidade.

É possível continuar usando o pneu nessas condições, mas nunca ultrapasse os 10 anos. Passada essa data, você deve imediatamente trocar de pneus pois os atuais já não são mais seguros!

Retomando o nosso exemplo do pneu que tem o DOT 0515: a partir de 2020 o motorista deve se atentar ao estado de conservação de seu pneu e observar se ele está dando sinais de que precisa ser trocado. A partir de 2025 este pneu já é obsoleto e não deve, em qualquer circunstância, ser utilizado.

validade do pneu

O que desgasta um pneu?

Estamos falando aqui de datas médias, que os pneus em geral costumam durar. No entanto, esses números podem mudar conforme o uso de cada um. Existem alguns fatores que fazem o pneu se desgastar com mais facilidade, são eles:

  • transitar com frequência por vias irregulares;
  • dirigir com os pneus sem a calibragem correta;
  • temperaturas extremas, seja muito frio ou muito calor;
  • maus hábitos do motorista como dirigir em grande velocidade, fazer arranques rápidos e frenagens bruscas;
  • misturar tipos diferentes de pneus;
  • rodar com rodas e aros incompatíveis com o tamanho exigido pela fabricante;
  • utilizar pneus sem se atentar ao índice de velocidade e de carga suportada por esses.

O que fazer para aumentar a vida útil dos pneus

Sabendo que os fatores acima contribuem para o desgaste de seus pneus, é possível ter atitudes que evitem essa deterioração e, consequentemente, aumente a durabilidade de seus pneus. Aqui vão as nossas dicas de boas práticas para quem quer cuidar bem dos pneus do carro:

1. Faça a calibragem regularmente

Andar com pneus calibrados só tem vantagens: você aumenta a segurança na direção, economiza combustível e conserva bem os seus pneus. A calibragem pode ser feita de forma gratuita na maioria dos postos de gasolina e deve ser realizada a cada 15 dias, com os pneus frios.

Aqui no blog da Hipervarejo temos uma publicação completa que te ensina a maneira correta de calibrar os pneus, faça a leitura e nunca mais erre nessa manutenção tão importante para o seu veículo!

2. Faça o rodízio de pneus

Realizar o rodízio de pneus é uma prática altamente recomendada pelos fabricantes de automóveis e dos próprios pneus. Com ele, os pneus dianteiros são trocados com os pneus traseiros para alternar o desgaste e a força impostos em cada um deles.

A cada 5 ou 10 mil quilômetros você deve realizar o rodízio.

3. Alinhamento e balanceamento

Levar o carro regularmente para um check up geral na oficina é também uma ótima maneira de aumentar sua conservação. Lá, tanto o alinhamento quanto o balanceamento dos pneus pode ser feito sem tomar muito tempo e você poderá aproveitar seus benefícios.

O alinhamento irá corrigir o problema do volante torto, que não corresponde com o alinhamento das rodas. O balanceamento evitará a vibração das rodas enquanto estiver dirigindo em alta velocidade.

4. Preste atenção nos sinais em seus pneus

Além das dicas que já demos anteriormente, como medir o índice TWI para saber se os sulcos do pneu já atingiram sua espessura mínima e conhecer a idade do pneu para saber sua data de validade, observe sempre seus pneus para buscar sinais de desgaste.

Flancos danificados, furos, objetos indesejáveis como pregos e pedras no pneu, desgaste desigual, ressecamento e rachaduras na borracha são motivos para acender um sinal de alerta em sua cabeça. Nesses casos, procure sempre a manutenção.

pneu danificado

Encontre outras dicas na Hiper Garagem

Agora você já sabe quanto tempo dura um pneu, não é mesmo? Além de aprender sobre a quilometragem média de duração, a data de validade dos pneus e o que fazer para aumentar sua vida útil, você pode aprender muito mais com os conteúdos da Hiper Garagem!

O nosso blog conta com diversos posts que te ajudam a cuidar do seu veículo, seja com dicas de performance, de potência ou de segurança.

Se após a leitura desse post você percebeu que chegou o momento de trocar os seus pneus, leia também nossa publicação com as 5 melhores marcas de pneu. Com o conteúdo disponível por ali você consegue identificar quais marcas podem fornecer o melhor negócio.

Ainda possui alguma dúvida sobre o tempo de duração de um pneu? Deixe um comentário neste post que logo a nossa equipe te responde. Estamos aqui para te ajudar!

Categorias: Dicas

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *