Você sabe como calibrar pneu corretamente? Esse é um cuidado necessário para garantir a qualidade e a conservação dos pneus, além de garantir a segurança do motoristas e passageiros.

Pneus bem calibrados podem, ainda, te ajudar a economizar combustível! Com a calibragem regular, a eficiência e rendimento do carro é aprimorada.

É de se esperar que um cuidado de tanta importância assim seja dominado por todos os motoristas. No entanto, muitos possuem maus hábitos e vícios que comprometem a qualidade da calibragem dos pneus. Existe, também, aqueles motoristas que têm desconhecimento total sobre o assunto.

Por esse motivo, a HiperVarejo separou nesse post todas as informações que você precisa saber para dominar a calibragem dos pneus e deixar de fazê-la errado. Continue a leitura e aprenda:

Saiba como calibrar o pneu: algumas dicas valiosas

Desapegar de alguns valores e mitos sociais é o primeiro passo para aprender mais sobre a calibragem, pois, existem muitos fatos que devem ser analisados antes mesmo de encostar próximo a bomba de ar.

O correto é: sempre checar o manual do veículo, ele é uma excelente fonte de informação sobre o seu carro. Nele você provavelmente vai encontrar a quantidade de PSI – a pressão de calibragem – indicada para cada situação.

checando pressao interna

No entanto, esse indicativo, varia se o carro está com o bagageiro lotado, com duas pessoas ou até mesmo com o motorista sozinho.

Dica 1: Esteja atento ao peso do carro, ele afeta na calibragem ideal!

Quanto mais pesado, maior é a calibragem utilizada, o peso influencia na aderência da banda de rodagem ao asfalto e, com toda a carga, será preciso uma maior pressão para manter a resistência nos pneus.

Vale lembrar que os pneus costumam ter um valor mínimo e máximo, o importante é analisar a situação e escolher um meio termo. Pneus muito cheios deixam o carro mais ágil, porém, diminuem a aderência geral, não sendo a solução para todas as situações.

Pneus mais murchos, por sua vez, podem trazer mais aderência e ser uma boa pedida em dias de chuvas ou em situações em que o carro se encontra muito leve. No entanto, esse maior arraste pode acabar aumentando muito o consumo de combustível, além de aumentar a chance de furos.

Dica 2: Faça a calibragem com pneus frios!

Outra dica importantíssima é nunca fazer a calibragem com os pneus quentes. O calor aumenta a pressão interna e prejudica a estrutura deste componente. O indicado é não rodar mais que 3 km antes de calibrar os pneus, por isso, calibre em um posto próximo da sua casa!

Dica 3: Calibre também o estepe!

Quase ninguém lembra de calibrar o estepe quando faz essa checagem no posto de gasolina. No entanto, ter o estepe bem calibrado é essencial para não ser deixado na mão quando estiver em apuros.

trocando pneu

Imagine precisar trocar um pneu no meio de uma rodovia e perceber que seu estepe está completamente murcho? Carregá-lo no porta-malas não terá valido de nada.

Então não se esqueça: além dos quatro pneus do carro, calibre sempre o estepe também. Você pode, ainda, calibrá-lo com até 5 PSI a mais que os pneus do carro. Isso porque, como ficam guardados e sem uso, eles podem esvaziar mais facilmente.

Passo a passo do que fazer para calibrar os pneus

passo a passo calibragem

Com essas dicas em mente, você já está pronto para fazer a calibragem de seus pneus.

Agora você não dependerá mais de ajuda do frentista ou do mecânico e poderá fazer o procedimento sozinho seguindo estes passos:

  1. Confira no manual do seu automóvel a pressão ideal de calibragem dos pneus. Esse valor pode estar descrito também em alguns adesivos pelo carro, como na tampa do bocal de combustível ou na parte interna da porta do motorista.
  2. Com o calibre ideal em mente, lembre-se de considerar o peso total do carro com o número de passageiros e o peso dos volumes levados no porta-malas! Digite o valor no painel numérico do calibrador.
  3. Retire a tampinha da válvula do pneu, assim como o da bicicleta, e encaixe a mangueira do calibrador ali. Pressione ela até ouvir o apito que avisa quando a pressão ideal for atingida.
  4. Pronto! É só tampar novamente a válvula e repetir esses passos nos outros pneus.

Seguindo esse passo a passo básico, não tem erro! Garanta de forma rápida e fácil a pressão ideal nos seus pneus e rode tranquilamente com segurança e performance.

Feito isso, quando eu devo calibrar os pneus de novo? Qual é a frequência ideal para fazer a calibragem dos pneus?

O recomendado é fazer isso quinzenalmente ou até mesmo semanalmente! Assim você checa constantemente a pressão interna dos pneus e garante sempre que esteja nos valores ideais. Lembre-se que: fazer a calibragem dos pneus antes de longas viagens de carro é essencial!

 

Resumindo, as dicas são:

  • Confira o manual do veículo e as indicações do fabricante do pneu para saber o valor ideal de calibragem.
  • Considere o peso existente no carro e se a pista está seca ou molhada.
  • Faça a calibragem com os pneus frios.
  • Calibre também o estepe em um valor maior.
  • Confira semanal ou quinzenalmente a pressão interna dos pneus.

Viu? Agora ficou fácil manter os pneus devidamente calibrados, com isso, você garante segurança total, máxima dirigibilidade e economia de combustível.

Além da calibragem, fazer o rodízio de pneus é outra prática essencial para garantir a durabilidade e a performance do seu carro. Para entender mais sobre o processo, leia aqui no blog da HiperVarejo nosso post sobre a hora certa de trocar os pneus e fazer o rodízio.

Ainda tem alguma dúvida? Deixe-a aqui nos comentários do post! A equipe da HiperVarejo logo te responde.


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *