Spread the love

Você possui uma picape, e eventualmente transporta alguma carga, seja com algo de seu hobby ou lazer, mudanças, ou alguma coisa do seu trabalho? Sabe quais as formas corretas de proceder ao carregar a caçamba da sua picape?

Vários pontos devem ser observados, tanto para segurança do condutor do veículo quanto dos demais condutores nas vias, além de que uma carga mal transportada pode gerar também diversas infrações de trânsito.

Vamos esclarecer então alguns pontos bem importantes quanto ao transporte de carga na sua picape:

O que se pode transportar:

Se a carga estiver dentro dos limites de largura, altura, comprimento e peso permitidos, qualquer tipo de objeto lícito pode ser transportado na caçamba. Animais também podem ser transportados na caçamba das picapes, desde que estejam dentro de caixas de transporte específicas e devidamente presas. Já o transporte de passageiros é proibido.

Qual peso posso transportar:

Bem, isso vai depender do modelo da picape. O correto é sempre consultar o manual do veículo, uma concessionária da marca, ou até mesmo procurar pela etiqueta no veículo onde esteja descrita a “Lotação” (peso que pode transportar) do modelo. Dirigir com peso extra pode gerar multa grave e perda de pontos na habilitação.

Quais as medidas que se pode ultrapassar:

Ao transportar carga, observe que na dianteira ela não pode ultrapassar o comprimento da carroceria do veículo. Isso significa que se você usar um suporte sobre a cabine, o objeto transportado não pode exceder a dimensão da parte da frente da picape. Já a altura máxima permitida sempre será de 50 centímetros além do teto da cabine, já considerado a altura do suporte nessa conta.

A carga também nunca pode ultrapassar a largura da carroceria. Já o comprimento do balanço traseiro, que é a distância entre o centro da roda traseira até o final da carga transportada, não pode exceder a 60% do valor do entre-eixos. Um exemplo prático disso – se você tiver uma Renault Oroch, que tem um entre-eixos de 2,82 m, o balanço traseiro será de 1,69 m, levando em consideração o centro da roda. Qualquer carga transportada que exceda estas dimensões deve ter Autorização Especial de Trânsito (AET). Outra ponto importante a salientar: se você levar carga para fora da parte traseira da picape durante a noite, será sempre necessário sinalizar com refletores vermelhos e uma luz vermelha para evitar colisões traseiras.

Pode transitar com a tampa da caçamba aberta:

Desde 2010 o código de trânsito brasileiro permite que a picape transite com a tampa da caçamba aberta durante o transporte de cargas, desde que uma placa adicional seja fixada em suporte, no lado direito da traseira, ou se use uma rede de tampa, que substitui a tampa traseira e deixa a placa a mostra, e da mesma forma com as lanternas (se encobertas, deve-se colocar iluminação auxiliar).

Apenas objetos indivisíveis (como moto ou bicicleta, escadas, por exemplo) podem ser transportados com a caçamba aberta. Nada de grãos ou pequenas peças. Se a placa estiver encoberta, pode gerar multa gravíssima  e 7 pontos na carteira, além da apreensão do veículo.

Carga arrastada:

É extremamente proibido que se arraste a carga ao chão, como vemos muito sendo feito com ferragens de construção e tubos.

Onde se deve acomodar o maior peso da carga:

Para garantir uma melhor dinâmica de direção, com segurança e mantendo a estabilidade da picape, acomode a parte mais pesada da carga sempre à frente do eixo traseiro, de preferência o mais próximo possível da cabine.

Como prender a carga:

As picapes sempre terão ganchos de fixação ao redor da caçamba para auxiliar na fixação da carga. Para prender a carga, pode se utilizar extensores elásticos com ganchos em suas extremidades, cintas com catracas, cordas, ou até caixas de transporte ou baú, de acordo com sua necessidade e o tipo de carga exigir.

Quando utilizar cordas, lembre-se de comprar cordas suficientemente resistentes para o peso da carga, e não muito espessas, para poder facilitar o nó de fixação (recomenda-se o nó de caminhoneiro, conhecido também como nó de carreteiro ou nó carioca, pois ele aperta quando a carga quer se movimentar e tem uma fácil remoção quando puxado pela extremidade correta).

Tecnologia e segurança, aliadas num produto inovador e de altíssima qualidade, projetado para o seu estilo de vida. Riqueza nos mínimos detalhes e a proteção que a sua pick-up merece. Conheça as capotas DHF no site do Hipervarejo clicando aqui.

Fonte: blog.passecarros.com.br

Vanessa Martão em Assistente de Marketing Hipervarejo/Fortbras
A Hiper Garagem, blog originado da Hipervarejo, é repleto de conteúdos ricos e cheios deinformações sobre carros, motocicletas e caminhões. Apaixonados por veículos, visamos todos os dias buscar informações seguras sobre automóveis. Aqui você tira todas as suas dúvidas, aprende tudo sobre manutenção e acompanha as novidades, tecnologias, dicas e performance dos automóveis e peças automotivas do momento. Acesse os nossos conteúdos semanais, receba as melhores informações do nicho e faça parte dessa comunidade especialista em automóveis e automotivos.
Vanessa Martão

Vanessa Martão

A Hiper Garagem, blog originado da Hipervarejo, é repleto de conteúdos ricos e cheios de informações sobre carros, motocicletas e caminhões. Apaixonados por veículos, visamos todos os dias buscar informações seguras sobre automóveis. Aqui você tira todas as suas dúvidas, aprende tudo sobre manutenção e acompanha as novidades, tecnologias, dicas e performance dos automóveis e peças automotivas do momento. Acesse os nossos conteúdos semanais, receba as melhores informações do nicho e faça parte dessa comunidade especialista em automóveis e automotivos.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *