O ar-condicionado é um item essencial na rotina de muitos brasileiros, seja em casa, no trabalho ou no trânsito. Porém devemos ficar bem atentos à respeito de sua higienização, pois influencia diretamente na sua saúde e no bom funcionamento do seu automóvel.

Esse post irá lhe ajudar a entender quando e como deve ser feita a higienização do ar-condicionado automotivo e quais problemas ele pode vir a trazer a sua saúde, confira!

Qual o tempo recomendado para a limpeza do aparelho?

A limpeza do ar-condicionado automotivo deve ser feita a cada seis meses, além de providenciar uma manutenção a cada 30 mil quilômetros rodados. Porém, existem alguns sinais que indicam que está na hora de limpar, tais como:

Dificuldade para respirar

A falta de higienização do filtro contribui para a acumulação de micróbios e sujeira, causando problemas respiratórios aos passageiros, podendo agravar alergias e outras complicações como asma e rinite, atingindo principalmente idosos e crianças. Por tanto, a limpeza e troca do filtro são necessários, com intuito de preservar a saúde de todos que utilizam do veículo.

Se ao ligar o ar-condicionado os passageiros passam a sentir dificuldade para respirar, espirram ou começam a demonstrar sintomas de alergia, a higienização deve ser realizada o mais rápido possível. Com o filtro coberto pela sujeira, o ar tem dificuldades para entrar no veículo e carrega parte das impurezas com ele ao circular no ambiente fechado, causando desconforto e problemas à saúde de todos que utilizarem do transporte.

Odor

Se ao ligar o ar-condicionado sentir um mau odor saindo, é sinal de que está na hora de uma boa higienização. O acúmulo de ácaros, bactérias e fungos é o causador desse odor, e sem uma limpeza adequada, eles se desenvolvem, criando verdadeiras colônias e espalhando um cheiro desagradável por todo o veículo.

Baixa ventilação

Está sentindo que o ar-condicionado não está ventilando como de costume? Ele pode precisar de uma limpeza, já que o filtro do ar quando sujo pode impedir parte da passagem de ar, comprometendo a eficiência do ar-condicionado automotivo.

Como realizar a limpeza do ar-condicionado automotivo?

A melhor maneira de fazer a manutenção ou higienização do ar-condicionado automotivo é encaminhado o veículo à um profissional especializado, em alguns casos só é necessário fazer a limpeza básica do filtro de ar e das tubulações, porém existem procedimentos mais completos e complexos que envolvem a limpeza do evaporador, do compressor e demais componentes do sistema de ar, por isso a importância de alguém de confiança e especializado para te auxiliar nesse processo.

Faça manutenções preventivas.

A manutenção preventiva tem o objetivo de impedir ou amenizar as falhas e é realizada periodicamente. A vantagem está no baixo custo, além de fazer com que o ar-condicionado opere com seu máximo desempenho.

Já as manutenções corretivas resolvem os problemas imediatos, porém não contribui para a prevenção de problemas. A desvantagem é que a manutenção corretiva tende a ser de um custo maior quando comparada à preventiva.

Devemos nos atentar e sempre dar a devida importância à este assunto. A limpeza regular do sistema de ar é necessária para evitar os problemas que a má higienização pode causar. Também é altamente recomendável ler o manual do seu veículo, a fim de conhecer as peculiaridades dos cuidados necessários para usufruir da melhor maneira do seu ar-condicionado automotivo.

Leia mais curiosidades sobre carros no nosso Blog.

Gostou das nossas dicas? Compartilhe com seus amigos!

Até a próxima!

Fonte: Contauto


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *