Spread the love

Rebaixar carros já é costume há muito tempo. Há quem não goste, mas a verdade é que a customização de automóveis movimenta uma grande parte das oficinas e revendedores de peças.

Os motoristas que querem modificar os seus carros têm os mais variados motivos e modelos a seguir. O mais conhecido e utilizado deles é o rebaixamento, que muda a estética do carro e o faz se destacar, com uma aparência mais esportiva.

No entanto, é preciso ter cuidado na hora de mexer com o seu carro: algumas leis foram modificadas com o passar dos anos.

Quando um veículo é alterado demais, pode apresentar alguns perigos para o motorista. Por isso, muita gente está levando multas salgadas por não ter rebaixado o seu carro dentro da lei.

Se você não abre mão da estética e quer rebaixar o seu carro, é preciso se atentar a essa mudança de leis para não se incomodar no futuro. Veja aqui, as seis melhores dicas para rebaixar o seu carro e ainda ficar dentro da lei.

Fique atento às leis e respeite-as

A resolução do Contran, que entrou em vigor no dia 20 de março de 2014, diz que:

“Art. 6º Os veículos de passageiros e de cargas, exceto veículos de duas ou três rodas e quadriciclos, usados, que sofrerem alterações no sistema de suspensão, ficam obrigados a atender aos limites e exigências previstos nesta resolução, cabendo a cada entidade executora das modificações e ao proprietário do veículo a responsabilidade pelo atendimento às exigências em vigor:

I – O sistema de suspensão poderá ser fixo ou regulável.
II – A altura mínima permitida para circulação deve ser maior ou igual a 100 mm, medidos verticalmente do solo ao ponto mais baixo da carroceria ou chassi, conforme anexo I.
III – O conjunto de rodas e pneus não poderá tocar em parte alguma do veículo quando submetido ao teste de esterçamento.

Qualquer alteração deve seguir essas normas, e você é obrigado a informar às autoridades. É importante lembrar que o carro não pode estar a menos de 10 centímetros do solo, e os pneus e rodas não podem tocar em nenhuma parte do carro durante o teste.”

Faça uma vistoria antes de iniciar o processo

De acordo com as atuais regras vigentes, qualquer alteração que for feita na suspensão do seu veículo deve constar no Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV).
Para isso, vá até o Detran mais próximo e solicite uma vistoria no seu carro antes de fazer qualquer alteração.

Será necessário retirar uma autorização para alterar as características originais do seu veículo e outra para obter o Certificado de Segurança Veicular (CSV). Se você for parado por um oficial nas ruas ou estradas, será obrigado a apresentar esses documentos.

Evite os improvisos e escolha profissionais adequados

Sabemos que o sistema de suspensão é uma das principais estruturas que oferecem segurança ao carro. Ele não só aumenta o conforto de quem está dirigindo, mas também mantém a estabilidade do veículo ao fazer curvas e outras manobras.

Por isso, tome muito cuidado com o improviso na hora de rebaixar o seu carro. Qualquer modificação da suspensão pode colocar em xeque a segurança e firmeza do volante.
Assim, se torna essencial que o serviço seja feito por profissionais qualificados, que sabem o que estão fazendo. Não confie o seu carro a qualquer serviço mal feito. Procure quem realmente sabe rebaixar o automóvel de forma correta.

Quando a suspensão é alterada de forma inadequada, o carro pode sofrer com desalinhamentos, perda de estabilidade e desgaste dos pneus e do sistema de direção.

Troque as peças, não modifique-as

No rebaixamento de carros, é comum que as molas da suspensão sejam cortadas ou esquentadas com o intuito de diminuí-las. Essa prática é inconsequente, visto que essas mudanças podem colocar em risco o funcionamento do veículo.

Lembre-se que todo o restante da estrutura não será alterada, e seus outros elementos podem se chocar e serem danificados.
A suspensão de fábrica é fruto de diversos cálculos que foram feitos para o desenvolvimento da estrutura do carro. Por isso, outras variáveis são levadas em conta, como a quantidade de elos, o comprimento, o diâmetro, a carga e a tensão máxima.

Lembre-se de alterar o CRV

Depois que todo o processo estiver completo, você ainda precisa retornar ao Detran mais próximo para modificar o Certificado de Registro de Veículo (CRV) do seu carro.
Apresente a autorização emitida anteriormente, na primeira vistoria. Então, as alterações constarão no documento do seu carro.

Prepare o seu bolso
Já deu para ver que esse processo não é barato, não é mesmo? Se você quer rebaixar o seu carro para andar com estilo, precisará investir uma quantia considerável de dinheiro.
Para ter qualidade e segurança ao dirigir, será preciso contratar profissionais qualificados, com as peças corretas. Além disso, é extremamente necessário manter toda a documentação em dia, constando as autorizações exigidas.

Todas as peças devem ser aprovadas pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro).

Se mesmo depois de todas essas questões você decida rebaixar seu carro, é importante que o faça com segurança. Por isso, veja abaixo alguns cuidados essenciais para garantir menos riscos no processo:

  • Faça o rebaixamento com uma oficina mecânica de confiança, que segue as regulamentações e os cuidados estruturais do processo;
  • Faça revisões constantes na sua suspensão;
  • Evite passar com o carro rebaixado “de lado” na lombada ou quebra-molas;
  • Use amortecedores especiais para carros rebaixados.

Agora você já sabe quais são os riscos de ter um carro rebaixado e pode decidir se essa é a modificação que realmente quer fazer. Lembre-se de que essa mudança traz consequências e só tome a decisão quando tiver certeza, ok? Assim, evita-se arrependimentos posteriores.

Na hora de comprar o seu amortecedor, confira sempre antes as ofertas de Monroe nos canais do Hipervarejo. Acesse: hipervarejo.com.br/monroe e boa compra.

Fonte: https://www.meucarronovo.com.br/

Marketing em Hipervarejo/Fortbras
A Hiper Garagem, blog originado da Hipervarejo, é repleto de conteúdos ricos e cheios deinformações sobre carros, motocicletas e caminhões. Apaixonados por veículos, visamos todos os dias buscar informações seguras sobre automóveis. Aqui você tira todas as suas dúvidas, aprende tudo sobre manutenção e acompanha as novidades, tecnologias, dicas e performance dos automóveis e peças automotivas do momento. Acesse os nossos conteúdos semanais, receba as melhores informações do nicho e faça parte dessa comunidade especialista em automóveis e automotivos.
Marketing

Marketing

A Hiper Garagem, blog originado da Hipervarejo, é repleto de conteúdos ricos e cheios de informações sobre carros, motocicletas e caminhões. Apaixonados por veículos, visamos todos os dias buscar informações seguras sobre automóveis. Aqui você tira todas as suas dúvidas, aprende tudo sobre manutenção e acompanha as novidades, tecnologias, dicas e performance dos automóveis e peças automotivas do momento. Acesse os nossos conteúdos semanais, receba as melhores informações do nicho e faça parte dessa comunidade especialista em automóveis e automotivos.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *