Se você é dono de carro ou moto, certamente esse é um assunto que irá chamar a sua atenção. O preço da gasolina é tema de conversas e de noticiários no Brasil, e a oscilação do valor dos derivados do petróleo é sempre preocupante para os motoristas.

Em 2018, a briga pelo preço da gasolina ganhou holofotes em todo o país, devido à greve e protesto dos caminhoneiros.

Imagem | Via: Google

Atualmente, o preço dos combustíveis tem colocado de um lado os consumidores (motoristas e caminhoneiros) e do outro, a Petrobrás e os acionistas, o que inclui o governo, o principal deles. Com isso, a dúvida entre os consumidores é grande.

Porém, para deixar você a par do assunto, preparamos um post especial para tirar suas dúvidas a respeito do preço da gasolina no Brasil.

Como é determinado o preço da gasolina?

A gasolina e o diesel vêm do petróleo, que passa por um longo processo de refinamento para chegar ao produto final (gasolina, diesel, querosene e gás liquefeito de petróleo).

Por isso, a flutuação do preço do barril de combustível no mercado internacional afeta o custo final dos combustíveis no Brasil. Como assim? O combustível faz parte do grupo de commodities comercializadas em todo o mundo, com um padrão de qualidade, tal como a soja, trigo e minério de ferro.

Mas um outro fator determinante para o preço da gasolina, é se o país tem uma forte atividade de extração do petróleo e de refino. A Petrobrás é responsável por 98% do petróleo refinado no Brasil e possui 13 refinarias que produzem aproximadamente 1,8 milhão de barris de combustível por dia.

Sendo assim, a Petrobrás produz mais petróleo bruto do que os brasileiros compram, porém é necessário importar uma parte devido ao tipo de óleo do Brasil, que não é adequado para a produção de seus derivados. Além disso, o nosso país não tem a capacidade de refino suficiente para a demanda interna.

E outra forma de interferência no preço do combustível é o meio de transporte. Com a paralisação dos caminhoneiros em 2018, toda a distribuição de combustível foi afetada em diversas regiões do Brasil, já que por aqui a gasolina e o querosene são transportados em caminhões.

É a Petrobrás que controla o preço da gasolina?

Para muitos, é a Petrobrás que determina os preços de combustível aqui no Brasil. Por outro lado, as revisões de preço que são realizadas pela companhia podem ou não interferir no valor final, já que a Petrobrás possui tributos e ainda existem outros agentes da cadeia de comercialização dos combustíveis.

Isso acontece, porque em 1997, no governo do Presidente Fernando Henrique Cardoso, foi sancionada uma lei que extinguiu o monopólio da empresa, ou seja, das atividades de exploração, produção refino e transporte de petróleo no Brasil.

Em teoria, o monopólio da empresa acabou, fazendo com que a Petrobrás não trabalhasse mais sozinha.

Hoje a empresa é a maior referência em combustível no Brasil, e é uma estatal de economia mista, tendo um capital aberto e o acionista majoritário é o governo brasileiro. E o bloco de controle é composto pela união, BNDES, BNDESPar, Caixa e Fundo de Participação Social, tem 63,5% das ações com direito a voto.

Quais impostos estão dentro do preço da gasolina?

Uma reclamação comum dentre os motoristas são os tributos que incidem no custo do combustível. Porém, as alíquotas são utilizadas pelo governo como uma estratégia para tentar reduzir o custo final do combustível ou aumentar a arrecadação.

Atualmente, estão inseridos tributos federais e tributos estaduais em cima do preço da gasolina.

Os tributos federais em cima do valor do combustível consistem em 9% do preço final do diesel e 15% do valor da gasolina.

Já os tributos estudais são os mais altos. O ICMS corresponde, aproximadamente, em 15% do preço final do diesel, e 29% do valor da gasolina, segundo informações da Petrobrás.

No caso do diesel, a incidência de tributos é menor. A justificativa para isso, é que esse é o combustível usado em caminhões e ônibus, veículos que fazem o transporte rodoviário de cargas, o qual o Brasil depende muito. Um aumento impactaria toda a cadeia de produção do Brasil, inclusive uma alta na inflação.

Esses são alguns fatores que determinam o preço da gasolina no Brasil.

Gostou? Compartilhe com seus amigos e se tiver qualquer dúvida, comente que nós te ajudamos.

Se você é piloto ou amante de moto, confira nosso último post sobre pneu de moto. Garanto que vai te ajudar a escolher o melhor pneu para sua moto.

Já conhece a Hipervarejo? Confira já o nosso site e compre as melhores autopeças e pneus do mercado automotivo. Até a próxima!

Continue Conectado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial