Pneu. Via: Google

Você já ouviu falar em alinhamento e balanceamento? Sabe a diferença entre os dois tipos de manutenções? Se você tem essas dúvidas, vem comigo que a matéria do blog da Hipervarejo vai explicar tudo!

Muitas pessoas pensam que alinhamento e balanceamento é a mesma coisa, mas não é. As duas situações tem relação com os pneus, mas interferem de maneiras diferentes nas rodas.

Existem situações, como as condições das vias públicas, que fazem com que o carro necessite dessa manutenção. Buracos, passar em alta velocidade ou de lado em lombadas, são alguns exemplos. Além de desestabilizar o veículo, reduz a vida útil dos pneus.

Por isso, é importante manter as revisões do veículo em dia. O ideal é fazer a cada 10 mil km rodados ou de acordo com a recomendação do fabricante.

Quando fazer alinhamento e balanceamento?

A manutenção do pneu é importante. Via: Google

Um carro é um complexo de peças e autopeças que dependem umas das outras para funcionar. Bom, sabemos que alguns sinais que o carro dá, pode significar muitos problemas.

Para identificar se o carro precisa de alinhamento, observe o veículo em movimento. Quando não estiver controlando o volante, verifique se ele tende a andar para a direita ou esquerda.

Caso você perceba essa deficiência da direção, leve a um mecânico, pois, pode estar na hora de realizar o alinhamento da direção.

Para detectar a necessidade de balanceamento, observe se durante as viagens o volante ou outras áreas do carro estão vibrando ou fazendo barulhos. Isso pode ser um sinal de que está na hora de fazer o balanceamento.

Como o alinhamento e o balanceamento interfere na qualidade do veículo?

O alinhamento dos pneus garante que todos eles se desgastem igualmente. Essa tarefa faz com que haja equilíbrio no peso do carro sobre os pneus em contato com o solo.

Já o balanceamento deve ser feito nas quatro rodas e também no estepe, caso aconteça uma emergência ele estará em condições para ser usado.

O alinhamento e o balanceamento geralmente são realizados em conjunto. Mas tudo dependerá da necessidade do seu veículo, diante da avaliação de um mecânico.

Continue Conectado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial