Via: Google Imagens

Quando compramos um veículo, seja ele novo ou usado, todo um cuidado especial é mantido no início, mas com o tempo alguns proprietários perdem o hábito de cuidar do automóvel. No entanto, isso não deve acontecer pois desvaloriza, e muito, o veículo na hora de fechar negócio.

Como o mercado está sempre lançando modelos cada vez mais atrativos, com o tempo o desejo de trocar o veículo por um mais atual surge e, nessas horas é preciso ficar atento a algumas dicas para não perder dinheiro e ter sucesso na hora da venda.

Hoje nós vamos te ajudar a vender o seu carro com dicas valiosas porque todo comprador quer facilidade na hora de efetuar uma compra. Então vamos as dicas?

1 – Aparência do carro

A aparência do carro fará negócio por si só! O ideal é manter o cuidado diário usando produtos de qualidade como o famoso pretinho nos pneus e limpador de faróis que devolve o brilho e a aparência de novo aos faróis. Outra precaução que somam pontos é manter a lataria brilhosa, partes plásticas limpas e os pneus novos.

O carro sempre vem com duas chaves, o que costuma salvar o dono de grandes sufocos. A dica é guardar a chave reserva para entregá-la na venda. Além disso, manter os sensores em bom estado, bancos bem cuidados, limpeza em dia e aroma agradável passam uma boa impressão ao comprador, que é a primeira a ficar.

2 – Revisão

O carro é uma grande engrenagem onde as peças dependem uma das outras para funcionar, ou seja, quando uma dá defeito, as outras também podem desencadear problemas. Por isso, a revisão periódica é fundamental, pois ela preserva as peças e resolve os problemas no início, gerando economia no bolso. O Recomendado é fazer revisão a cada 10 mil quilômetros rodados, ou de acordo com a recomendação do fabricante.

A quantidade de quilômetros rodados é algo muito importante na hora de negociar o veículo. A média anual de rodagem é de 12.000 mil km. Verifique o tempo que você está em posse do veículo e faça os cálculos, se tiver rodado pouco, isso somará muitos pontos.

3 – Documentação


Via: Google Imagens

Na hora de vender o veículo é preciso verificar se os documentos estão em dia, pois isso pode fazer o comprador desistir de fechar negócio. Ninguém gosta de burocracia, né?!

O Certificado de Registro do Veículo (CRV) é o principal documento para realizar a transferência do automóvel. Ele é emitido no primeiro emplacamento do veículo, ou ainda, na alteração de dados e na aquisição de veículo usado. O CRV é indispensável na hora de fechar negócio. O recomendado é guardar o documento em um lugar seguro. Tirar a segunda via é possível, mas o procedimento não é gratuito, então é melhor deixar bem guardado.

Outro documento que deve estar em dia é o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), ele é um documento que autoriza o carro a circular em território nacional e deve ter a taxa paga anualmente. O vencimento ocorre de acordo com o final da placa, e o não pagamento pode resultar em reboque caso seja parado em uma blitz. Por isso, na hora de vender, verifique se esta taxa está em dia.

Também é preciso ficar de olho nas demais taxas que o veículo possui como: IPVA, DPVAT e multas. Esses valores em aberto pode prejudicar o fechamento de um negócio, portanto, verifique antes se os débitos estão em dia.

4 – Valor do veículo

Antes de passar o veículo para outra pessoa é preciso verificar como está o valor dele no mercado, dessa forma você não leva prejuízo e repassa por um valor justo. Mas é preciso levar em consideração o estado de conservação do veículo, é claro, porque isso influencia muito no valor. Uma dica é verificar o valor médio na tabela Fipe.

Outra dica é acompanhar as etapas da transferência. Só passe o carro para o nome do novo proprietário quando estiver com o dinheiro na mão. Vá ao cartório com ele para realizar a transferência da documentação, verifique se tudo foi realizado corretamente para evitar que futuras infrações ou acidentes envolvam seu nome.

Se você for o único dono e possuir o veículo há três anos, ele é considerado seminovo, um título que valoriza o automóvel.

Categorias: Segurança

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial