Viajar com a família é um momento único e especial.

Mas o que preocupa é o período da viagem, afinal, não é fácil manter crianças dentro do carro por várias horas.

Agora você vai receber dicas que vão melhorar sua viagem, não só em relação a segurança, mas também ao comportamento e desempenho do carro.

viajar-com-criancas-de-carro

Foto: Viajar com crianças de carro.


  1. Prepare as crianças: Se você simplesmente conversar com seu filho sobre a viagem, o coloca no carro durante horas e espera que ele se comporte, isso infelizmente não vai acontecer. Você precisa ter uma conversa antecipada. Pare o que estiver fazendo, fale sobre a viagem, o quanto será divertido e todos os passeios que ocorrerão. Mas também é extremamente importante falar sobre o trajeto, o tempo dentro do carro, o quão é importante que ela se comporte e definam juntos atividades para ela realizar durante o percurso. Essa conversa vale para uma ou mais crianças;


  1. Faça malas pequenas e práticas: Malas grandes e pesadas, além de afetar o desempenho do carro e aumentar o consumo de gasolina, faz com que o ambiente dentro do carro fique desconfortável.


  1. Segurança em primeiro lugar:

Vale a pena lembrar que essa é uma lei que deve ser aplicada todos os dias, não só nas viagens.

  • Bebê conforto para crianças de até um ano de idade;

  • Cadeirinha de segurança para os pequenos entre 1 e 4 anos;

  • Assento de elevação entre 4 e 7 anos e meio;

  • Cinto de segurança de três pontos a partir dos sete anos e meio.

Importante: Talvez o peso faça a diferença na escolha do assento, vale a pena uma conversa com o pediatra para saber qual a melhor opção.


  1. A criança precisa comer bem antes de sair: Alimente bem ela antes de iniciar a viagem. Porém, não confunda “alimentar bem” com “fazer ela comer mais do que de costume”. Se isso acontecer, pode ser que ela passe mal, o que gera um transtorno para a família, isso se a viagem não precisar ser adiada.


  1. Um adulto no banco de trás: Independente de ser uma ou duas crianças, é sempre melhor ter um adulto acompanhando no banco de trás. Assim vai ser mais fácil tranquilizar os pequenos e amenizar o ambiente caso ocorra alguma briga entre eles.


  1. Entretenimento: Como citado no primeiro item dessa lista, é importante definir atividades para serem realizadas durante a viagem. Se houver um DVD portátil já é um bom caminho, mas não o único. Invista em contar histórias, músicas divertidas, encontrar figuras nas nuvens, vale até levar alguns brinquedos que não ocupem muito espaço. Evite disponibilizar o celular, pode ser a opção mais “fácil” de entreter, mas depois pode ser que a criança grude no aparelho e não curta os passeios em família. Solte a imaginação!


  1. Não tenha pressa de chegar e respeite os limites da criança: O limite de seu filho vai ser diferente do seu para tudo. Para ir ao banheiro, comer, dormir etc. É importante que você respeite esses momentos e não se irrite com ele. A irritação cria um ciclo vicioso, onde você se irrita com a criança, ela se irrita com você e fica difícil contornar a situação. Porém, fique atento para saber se ele realmente está precisando de algo ou se é apenas birra.


  1. Pare para comer, beber e descansar: Depois de identificar a necessidade da criança ou a sua, faça uma parada. Sem pressa, sem correria e sem estresse. De preferência, faça dessa parada um momento de diversão para os pequenos. Se a viagem for longa, vale a pena passar a noite em um hotel para descansar.

Agora é só colocar o pé na estrada e aproveitar!


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *